Introdução à virtualização de Desktop

      4 comentários em Introdução à virtualização de Desktop

O que é Virtualização de Desktop e quais as vantagens?

O termo virtualização e seus softwares de virtualização são comuns e muito conhecidos entre as pessoas de tecnologia, mas a maioria das pessoas que são usuários normais não tem idéia disto e não sabem como obter algum benefício sobre a solução. Este público acaba perdendo a oportunidade de utilizar as vantagens oferecidas por alguns softwares de virtualização, inclusive gratuitos.

Aqui vou especificar algo voltado para um usuário doméstico, um usuário comum, aquela pessoa que utiliza em sua casa um computador pessoal.

O conceito é simples, e se refere à virtual machine, ou  “máquina virtual“, um desktop virtual. Um software de virtualização de desktop te fornece a capacidade de instalar e executar um ou mais de um sistema operacional em seu computador desktop ou notebook num ambiente “virtual”, sem interferir no sistema que voce já utiliza. O termo utilizado para estes computadores é “host“, como sistema operacional fisico (aquele que voce usa) e “guest“, como o sistema operacional virtual.

Imagine por exemplo, que voce utiliza um computador com windows 7 (host), e dentro dele instala um linux, um windows 8, um windows xp – estes todos como guest, ou seja, virtuais. Estes sistemas operacionais “virtuais” (guest) não afetam o seu sistema principal, entram como se fosse um software normal. Claro que a sua memoria fisica, seu disco e seu processador são compartilhados com estes outros sistemas, e sendo assim, recursos disponiveis podem ser escassos. Quando me refiro em afetar um sistema, estou querendo dizer no sentido de não danificar ou corromper algum outro software que esteja instalado em seu computador – por exemplo, que algum software deixe de funcionar.

Criar ou configurar uma máquina virtual é muito semelhante a uma montagem de um computador físico, onde voce tem um processador, uma memória, um disco rigido, uma placa de rede, uma placa de video, etc, etc.

Algumas pessoas utilizam o dual boot para utilizar mais de um sistema dentro de um computador. O dual boot é feito na inicialização do sistema, onde uma opção de sistemas disponiveis são apresentadas e o usuário seleciona um. Virtualização de desktop NÃO é dual boot, voce inicia um sistema operacional direto do seu sistema, sem a necessidade de reiniciar o computador host.

Hoje existem ótimas opções de softwares para virtualização de desktop, inclusive cito aqui as gratuitas, voltadas para o usuário doméstico: vmware player e virtualbox, da Oracle. Há ainda o microsoft virtualpc, utilizado bastante quando dentro do windows se necessite do xp mode.

 

Quais as vantagens de utilizar um sistema virtualizado, ou melhor, um desktop virtualizado?

  • Mais de um sistema operacional executando no mesmo tempo, no mesmo computador;
  • Ter um sistema operacional isolado de um ambiente de sistema “hospedeiro” (host);
  • Possibilidade de testar e conhecer outros sistemas operacionais diferentes do que está utilizando atualmente;
  • Utilizar um sistema mais leve e mais enxuto com algum software diferente – por exemplo, um software que só funciona num determinado sistema, que é diferente daquele que voce tem instalado;
  • Obter um recurso de instantâneo, onde você facilmente pode desfazer uma alteração no sistema, ou então, adiantar pra uma versão de imagem mais nova – como fotos, que voce tira a qualquer instante, volta no passado ou escolhe uma foto mais nova, falando de forma mais simples.
  • Economia: voce não precisará de 2 computadores fisicos na sua casa, cada um com um sistema diferente, cada um consumindo energia – tenho dois computadores dentro de um só.
  • Backup simples: uma copia dos arquivos de uma máquina virtual dentro de uma hd externa, por exemplo;
  • etc,etc, etc…

 

Há outras vantagens, cito as principais para um usuário documéstico que tem interesse em conhecer a virtualização.

Dentro das empresas, ou para uso profissional, existem outras vantagens, outros softwares e outras versões, em destaque, o Microsoft Hyper-V, que é instalado num servidor microsoft windows server. Mas aqui, o foco é voltado para algo mais simples, para um usuário comum utilizar algo em sua residência, como já citado aqui.

Uma dica importante, caso queira se aventurar na virtualização. Tenha um computador moderno, com um processador rápido, bastante memória e espaço em disco livre, por que haverá o compartilhamento de muitos recursos e ninguém gosta de lentidão ou travamentos.

 

Deixo aqui os links de dois softwares de virtualização que considero bons.

Nestes links, além de baixar as últimas versões dos softwares (versões gratuitas), você também tem todo um material didático que reforça tudo aqui que falei aqui.

 

Um exemplo de virtualização de desktop, usando o virtualbox sobre a instalação de windows 8, está disponivel aqui, num outro post meu.

Nativamente, nas versões mais novas do windows, é possivel anexar um disco virtual (vhd) no gerenciador de discos. Mas aí, cabe um outro post mais detalhado.

 

Adianto que virtualização de desktop, não é nenhum bicho de 7 cabeças.

O assunto é longo, acho que deu para perceber, aqui deixo um resumo que possa ser um inicio a quem interesse buscar algo assim.

 

Utiliza virtualização em seu computador pessoal?? Há alguma vantagem importante que não foi citada aqui e que merece ser lembrada? Deixe seu comentário!

 

 

 

 

4 thoughts on “Introdução à virtualização de Desktop

      1. Lander Silva

        Já instalei o VMware no Mac. Ainda não trabalhei com o Windows nele mas é muito mais rápido que o Virtual Box. Foram de muita utilidade os 2 tutoriais.

        Reply
        1. Rodrigo

          Também notei que no mac o vmware fusion é mais rápido que o virtualbox. Aliás, o virtualbox é muito melhor no linux do que no mac. Fiquei decepcionado com este baixo rendimento do virtualbox no mac. Não testei ainda o parallels no mac.

          Reply

Deixe uma resposta