Compensa ter um Kindle?

      6 comentários em Compensa ter um Kindle?

Para alguns, a primeira pergunta a ser questionada é: “O que é Kindle”?

O Kindle é um dispositivo de leitura de livros digitais produzido e comercializado pela Amazon.

Uma segunda questão a ser feita é: “O kindle é um tablet?”.

Para quem não conhece, outras perguntas vem na sequência, como “um tablet também não lê livros digitais?”, “por que ter um, se meu tablet também tem esta função?”, “um tablet é mais completo, tem mais funções!”… e assim, outros questionamentos vem sempre a cabeça.

Pra começar, um kindle não é tablet. Não concorre com um ipad, nem com um android tablet ou qualquer outro tablet do mercado. Justamente porque são segmentos diferentes, para uma utilização “diferente”.

Então, quais seriam os principais concorrentes do Kindle, no segmento? Hoje temos o Kobo reader (que aqui no Brasil está sendo comercializado pela livraria cultura), o Sony eReader e o Nook da Barnes & Noble.

Um kindle, assim como qualquer eReader foi concebido para leitura de livros digitais. Tenha em mente isto.

Aqui, vou entrar naquilo que na minha opinião ele tem de melhor: a tecnologia e Ink®, ou melhor, “tinta eletrônica”. Existem modelos que mais se assemelham com um “tablet”, como tela colorida em alta definição, com iluminação, reprodução de audio, navegação de internet, acesso a emails, e até mesmo o sistema “Android”.

Não entro nestes detalhes de eReaders mais completos e complexos, mesmo porque estão próximos da concepção de Tablet. Pra mim, estão mais pra tablets do que pra eReaders.

Como falei, vou me referir ao básico, ao simples, à sua concepção mais pura. Sim, tela sem iluminação, usando a tinta eletrônica. Não vou também comentar sobre o Kobo ou o Sony, porque o post pode ser muito extenso.

Uma observação: Se você gosta de ler no escuro e a iluminação da tela é essencial, neste caso, o sugerido é o Kindle Paperwhite.

Vamos retornar ao básico. Vou a prática, pela minha experiência, direto ao ponto. Tenho um smartphone, tenho um tablet, tenho notebook e trabalho com 2 monitores. No trabalho, a maior parte do tempo estou na frente de um monitor; no horario fora de trabalho, em casa ou nos meus estudos e pesquisas, estou ali, de novo com um monitor – entenda como, notebook, tablet ou pc… Faço muita leitura, e minha vista vive cansada. Nos momentos livres, a leitura de um livro vai bem. Num tablet, minha vista se cansa rápido, justamente pelo brilho e pela luz emitida da tela. Mesmo reduzindo o brilho, luminosidade, fundo da tela, tipo de fonte… A vantagem do kindle pela minha experiencia é que não cansa a vista. A tinta eletrônica (e ink) se projeta sobre a tela “branca” e a sensação de leitura é a mesma da leitura de um livro em papel. Só neste ponto, já valeu ter um kindle pra mim.

Se você lê poucas páginas de um livro num tablet, coisa de 5 minutos, talvez não sinta nenhum tipo de desconforto como eu citei. Ou, se você não convive com monitores os dia inteiro e boa parte da noite, também não saiba o que é desconforto visual.

Neste caso, tenha um Tablet, use um “tudo-em-um”. Leia emails, navegue na internet, acesse suas redes sociais, seus jogos, veja suas fotos, etc, etc, etc. Até mesmo leia livros neles; a questão é que minha intenção não é tentar convencer a nada.

Quais os grandes diferenciais num Kindle?

Pela minha experiência e meu uso:

  • Leitura mais confortável com o uso da tinta eletrônica;
  • A luz direta do sol ou de uma luminária não afeta a leitura – sem reflexo!;
  • Muito leve: muito mais leve que um livro, muito mais leve que um tablet;
  • Tamanho reduzido, transporte para qualquer lugar a sua biblioteca digital;
  • Duração de bateria (mais adiante vou fazer um comparativo);
  • Sua biblioteca com seus livros no seu aparelho;
  • Facilidade de aquisição de livros;
  • Facilidade em transferir livros ao dispositivo (via e-mail, por exemplo);
  • Sincronismo de conteúdo e marcadores com diversos aparelhos via software – vou explicar a seguir;
  • Possibilidade de alterar o tipo e/ou o tamanho da letra;
  • Custo baixo: um kindle básico custa USD 69.

 

A Amazon disponibiliza um aplicativo (chamado Kindle) para seu tablet ou smartphone, seja ele da apple ou android. Então, é possivel ler seu livro num tablet convencional, num celular ou até mesmo pelo computador. Com o sincronismo, o equipamento Kindle ou o software Kindle estão “integrados”. Exemplificando, se você está lendo um livro no seu celular e depois ler num kindle, o kindle irá posicionar na página onde você parou no celular. Então, se a noite você leu um livro no seu tablet e durante o dia resolveu retomar a leitura em outro aparelho (num Kindle, por exemplo), ele irá posicionar no ponto do livro onde parou.

Sobre a duração de bateria…

Comparando a duração de bateria, pra ter uma idéia, segundo a Amazon, a autonomia de bateria é:

  • Laptop = 5 a 9 horas
  • Tablet = 5 a 10 horas
  • Smartphone = 4 a 13 horas
  • Kindle = 4 semanas (1 mês!)

Esta variação de tempo de bateria é meio ampla para os dispositivos, justamente porque cada marca, modelo, tem sua duração de bateria como uma variável. Se levar em conta o tempo máximo, veja que a duração de bateria de um Kindle (comum) é insuperável.

Conclusão: Se você gosta muito de ler, o Kindle é uma boa pedida, e a grande sacada dele é substituir o livro em papel. A leitura nele é extremamente agradável. Se não gosta muito de ler, ou lê livros com baixa frequência, definitivamente um Kindle não é uma boa aquisição. Se está satisfeito com a mobilidade de seu tablet e acha que a leitura nele é confortável, continue com seu tablet. Pessoalmente, eu tenho um kindle, que pro meu uso, complementa meu tablet, assim como meu celular complementa meu tablet ou meu tablet complementa meu celular.

Ok, esta analogia do celular complementando o tablet talvez seja meio “estranha” (hehe).

 

 

Estarei preparando um novo post, onde explicarei como é simples transferir seus livros ao dispositivo, como funciona a entrega e armazenamento de livros pela Amazon – a sua “biblioteca” de livros disponíveis na nuvem da amazon.

 

E ainda quero falar sobre um serviço excelente de automação gratuita – principalmente de livros – conversão e envio de livros ao kindle, via dropbox, e de forma automática.

 

Quer complementar com alguma informação interessante? Deixe seu comentário, com certeza tem vários pontos que ficaram faltando aqui…

6 thoughts on “Compensa ter um Kindle?

    1. Rodrigo Pelosini Post author

      Legal Siqueira, acho que vai gostar. Não confunda com um tablet, veja num kindle como um livro apenas. A livraria cultura tá forte com o Kobo também e você pode testar ao vivo sem compromisso numa livraria cultura. Voltando ao kindle, minha preferencia/recomendação é o kindle 4 básico ou o modelo paperwhite – caso precise ler no escuro.

      Reply

Deixe uma resposta